4.4.09

Quinta Psicodélica

Nem sei dizer quando foi a última vez que fui pra uma balada de quinta-feira (ah Madame Satã, ah Nias!), mas nessa quinta passada eu, Bel e a Alessandra fomos ao Café Piu Piu, ver o Violeta de Outono fazer um tributo às clássicas músicas do Pink Floyd da época do Syd Barrett.

Isso que foi uma noite clássica: um bar com mais de 25 anos, uma banda com a mesma idade tocando composições do maior banda de Progressivo do mundo (ohhhhh). Qualquer apresentação do Violeta é marcante. Esta foi a terceira vez que eu os vi ao vivo, e é sempre muito gratificante. Pena que a banda não tem o sucesso comercial que merece, apesar de ser muito respeitada e querida por fãs de progressivo nacional e pelo povo que curte as bandas nacionais dos anos 80. E não tô falando de merdas como Legião.

Piu Piu vazio, noite gradável. No palco o Violeta tocando versões exatamente iguais aos discos da primeira fase do PF. Músicas como "Interstellar Overdrive", "See Emily Play", "Green is the Color", "Arnold Layne", "Saucerful of Secrets", "Astronomy Domine" e outras, estavam no roteiro.

Particularmente prefiro a fase imediatamente pós-Barrett. É o período mais psicodélico do PF. Infelizmente eles não tocaram "Echoes". Provavelmente a música do PF que mais gosto. Pra terminar ainda tocaram duas músicas do repertório do Violeta: "Declinio de Maio" e outra do disco novo que não sei qual é.

O vazio do bar acabou ajudando um pouco na apresentação. Esse é o tipo de música para se curtir com atenção, ouvindo os detalhes. Em um local com um monte de gente conversando isso não funciona.
Quem quiser curtir a viagem de um show do Violeta é só ir ao Centro Cultural São Paulo no próximo dia 11/04. Tem apresentação por lá, apenas R$ 10,00. Te vejo lá.

Na vitrola No Good Trying - Syd Barrett

2 comentários:

Rodrigo Sampaio disse...

Baratinho.

Du, vc terá credencial para o show dos The B'52s??? Só para conhecimento...

Edu Guimarães disse...

Uhm, creio que não irei nesse show.